Será que Oumuamua é um fragmento de um planeta?

Oumuamua é um fragmento de planeta de outra estrela e não tem a forma de um charuto

Uma nova pesquisa determinou a origem de “Oumuamua”, o primeiro visitante interestelar detectado em 2017 e que foi associado a uma possível tecnologia extraterrestre.
Oumuamua é assim?
Oumuamua: Imagem representativa.

Os estudiosos já confirmaram que é o fragmento de um planeta, semelhante a Plutão, mas de outra estrela.

Oumuamua não é um cometa nem um asteroide, como se suspeitou a princípio, e não se parece em nada com um charuto.

Um novo estudo diz que o objeto misterioso é provavelmente um resquício de um mundo semelhante a Plutão e tem a forma de um biscoito.

Uma equipe de astrônomos da Universidade do Estado do Arizona relatou esta semana que o estranho objeto de 45 metros parece ser feito de nitrogênio congelado, assim como a superfície de Plutão e a maior lua de Netuno, Tritão.

Os autores do estudo Alan Jackson e Steven Desch acreditam que um impacto arrancou um pedaço de um planeta gelado coberto de nitrogênio há 500 milhões de anos e enviou o pedaço de seu próprio sistema estelar, em direção ao nosso.

Acredita-se que o remanescente avermelhado seja uma lasca de seu eu original, com suas camadas externas evaporadas pelo sol.

Chama-se Oumuamua, (“explorador”), em homenagem ao observatório do Havaí que o descobriu em 2017.

Visível apenas como um ponto de luz a milhões de quilômetros de distância em seu foco mais próximo, ele foi determinado a se originar além de nosso sistema solar porque sua velocidade e trajetória sugeriam que ele não estava orbitando o Sol ou qualquer outra coisa.

O único outro objeto que foi confirmado como tendo desviado de outro sistema estelar para o nosso é o Cometa 2I / Borisov, descoberto em 2019.

Mas o que é Oumuamua?

Não se encaixava em nenhuma categoria conhecida:

Parecia um asteroide, mas acelerava como um cometa. No entanto, ao contrário de um cometa, ele não tinha uma cauda visível. As especulações variaram entre o cometa e o asteroide, e até foi sugerido que poderia ser uma nave alienígena.

Oumuamua
Ilustração de uma história plausível para Oumuamua.

Desch disse em um comunicado:

Todo mundo está interessado em alienígenas, e era inevitável que esse primeiro objeto de fora do sistema solar fizesse as pessoas pensarem em alienígenas. Mas na ciência é importante não tirar conclusões precipitadas”.

Embora não haja evidências de que seja tecnologia extraterrestre, como um fragmento de um planeta semelhante a Plutão, Oumuamua deu aos cientistas uma oportunidade especial de observar os sistemas extra-solares de uma forma que não eram capazes antes.

À medida que mais objetos como Oumuamua são encontrados e estudados, os cientistas podem continuar a expandir nossa compreensão de como são os outros sistemas planetários e como eles são semelhantes ou diferentes de nosso próprio sistema solar.

Desch e Jackson esperam que futuros telescópios, como os do Vera Rubin Observatory/Large Synoptic Survey Telescope no Chile, que serão capazes de fazer levantamentos regulares de todo o céu meridional, possam começar a encontrar ainda mais objetos interestelares e que outros cientistas poderão usar para testar ainda mais suas ideias.



Confira mais:

O astrônomo-chefe de Harvard prova que “Oumuamua” é de origem extraterrestre

NASA confirma que o objeto misterioso que se aproxima da Terra não é um asteroide

Os astrônomos detectam a chegada de um objeto misterioso na Terra, e não é um asteroide



Embora o áudio do vídeo a seguir esteja em inglês, você pode ativar as legendas em português!

Deixe sua opinião nos Comentários…
Compartilhe com seus amigos…

Deixe um Comentário